Categorias
O Muro das Lamentações

O poste

Por Gustavo Martins-Coelho

Se é certo que o Português é uma língua viva e, como tal, deve evoluir, sendo necessariamente uma das forças de evolução a adopção de estrangeirismos, não é menos certo que tais estrangeirismos são apenas necessários quando o Português por si (ou recorrendo à sua base latina, mas isso já seria mais elaborado para o comum dos mortais, pelo menos enquanto o Latim não for uma disciplina obrigatória do currículo escolar, como eu advogo) não tem capacidade vocabular para significar o que pretendemos dizer.

Assim procuro agir, de acordo com esta máxima, evitando utilizar empréstimos ou estrangeirismos quando posso dizer o mesmo em Português (acabando muitas vezes por parecer parolo aos olhos dos parolos que acham que qualquer palavra soa melhor se tiver uma pronúncia inglesa, coisa que a maioria dos ditos parolos nem sequer sabe o que é — refiro-me à pronúncia inglesa, pois, se em Portugal há vários sotaques, também em Inglaterra os há, não havendo, por isso, um Inglês padrão).

Prende-se este palavrório todo com o substantivo «template» e o verbo «postar», tão comuns na blogosfera.

Para «template», uma palavra: minuta, apesar dos ingleses não terem problema nenhum em chamar-lhe escantilhão, que é o que «template» realmente significa; o que até faz sentido, se pensarmos para que serve um escantilhão e virmos que, no mundo informático, é exactamente isso que um «template» faz. Mas, como é uma palavra muito arrevesada, ainda dou o benefício da dúvida e, vá, chamemos-lhe minuta, ou, para quem ainda achar esta também uma palavra difícil, fiquemo-nos por modelo.

Agora, postar!? O que vem a ser isso? Resolvi ir ao dicionário, para não correr o risco de dizer nenhuma asneira, e obtive o seguinte (cf. Dicionário Porto Editora de Inglês-Português):

post […] v. tr. e intr. afixar; tornar conhecido por meio de afixação; cobrir (parede, etc.) com cartazes, anúncios, etc.; UNIVERSIDADE afixar lista de estudantes reprovados; postar, colocar; enviar pelo correio; deitar ao correio; viajar em mala-posta; viajar rapidamente, apressadamente; COMÉRCIO passar lançamento do diário para o livro-razão, pôr em dia (diário); [coloq.] pôr ao corrente, informar […].

«Postar» é, portanto, uma das possíveis traduções de «post». Até aqui, tudo bem. Mas vejamos, então, o significado que o Dicionário Porto Editora da Língua Portuguesa dá a esse verbo…

postar1 A v. tr. pôr num posto ou lugar; colocar B v. refl. colocar-se; permanecer muito tempo no mesmo lugar; pôr-se de vigia (De posto+ar)

postar2 v. tr. [Bras.] pôr no correio (correspondência) (De posta+ar)

É isto que se espera dum bloguista; que poste? Ou será que talvez seja melhor afixar, publicar ou escrever?

0 comentários a “O poste”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *