Categorias
Estado de Sítio

Comparações

Por Ana Raimundo Santos

Está na moda comparar Putin a Hitler!

Da primeira vez que vi esta comparação, no The Washington Post [1], fiquei estarrecida com tal analogia. Como era possível que alguém com a inteligência, a cultura e o conhecimento de Hilary Clinton fosse capaz de fazer tal comparação? Como não sabia se havia de rir ou chorar, optei por ignorar. Afirmações levianas daquelas não são, de todo, para levar a sério. Só não conhecendo a História, a realidade geopolítica e a conjuntura socioeconómica dos anos trinta é que seria possível proferir tais impropérios. Dessa forma, ou então numa clara tirada política dirigida ao potencial eleitorado, com conhecimentos medianos a baixos sobre o assunto, das próximas presidenciais norte-americanas, já com toques de campanha eleitoral.

E como, apesar de adorar política, me falta paciência para politiquice, desliguei daquela afirmação, ignorei e não pensei mais no assunto, atitude que apenas foi possível durante uns dias. Garry Kasparov, famoso jogador de xadrez russo, proferiu uma afirmação semelhante quando se encontrava em visita ao nosso País [2]. Naquele momento esbocei um sorriso e pensei para comigo mesma que o mundo estava a ficar louco.

Consigo compreender o princípio subjacente à comparação; não consigo aceitar que ela seja elaborada por pessoas inteligentes e esclarecidas, conhecedoras da História e da realidade atual.

Muitos foram os que me perguntaram a opinião sobre a dita comparação. Questão perfeitamente natural, uma vez que Hitler e a realidade do pré-II Guerra Mundial e do nacional-socialismo fazem parte importante do meu objeto de estudo. Muito poucos foram os que ficaram contentes com a minha resposta:

É um perfeito disparate!

Não percebem? Não faz mal, daqui a uns anos falamos e irão compreender por que a História irá dar-me razão.

Não digo com isto que Putin não é um ditadorzinho em potência, mas há limites e não se pode entrar na loucura de comparar o incomparável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *