Categorias
Olho Clínico

A passagem

Por Sara Teotónio Dinis

A semana passada foi pintada a tons de cinza e negro.

Na Segunda-feira, foi-nos dito que um doente estava moribundo. Três horas depois, estávamos a caminho de sua casa para declarar o óbito.

Na Terça-feira, descobrimos um carcinoma da próstata metastizado a um utente. Lombalgia foi a queixa inicial que motivou as análises gerais (que, por acaso e à revelia das normas, também incluíram o antigénio específico da próstata — um 3.000 com direito a apresentação telefónica directa do laboratório) e a TC reveladora de localizações secundárias.

Na Quarta-feira, recebemos a notícia da morte inesperada e cruel dum colega como há poucos — muito poucos. O Senhor Doutor Frias partiu em pleno exercício do seu dever e da sua arte, mesmo depois de se ter sentido mal durante a manhã, e de ter sido aconselhado a aguardar mais umas horas antes de retomar as cirurgias que tinha programadas para esse dia [1].

Deitei-me na Quarta à noite com o coração pequenino. Pensei para comigo que a semana ainda ia a meio e tive medo.

No fim-de-semana, o céu ficou toldado de nuvens. As pessoas recolheram-se à cozinha e aos ritos sagrados.

Os amigos fizeram o esforço por se reunir, e combater o cansaço dos dias de luta, a pouca paciência de quem já não tem muito tempo, e as diferenças de carácter, que sempre vão existir.

As famílias reuniram-se — em parte, pelo menos. Por vezes, não abunda a vontade de esquecer o passado, ou de honrar os valores que a época pede.

Nunca a Páscoa foi tão assombrada como esta que passou. Mas talvez seja preciso ter Páscoas destas, de vez em quando. Servem para nos recordar do quão pequenos somos e continuaremos a ser. Podemos e devemos procurar melhorar sempre… mas seremos sempre mortais. Esta consciência é avassaladora, mas está nas mãos do Homem para o ajudar a decidir como quer viver enquanto por cá anda [2].

Ouço-me repetir de novo:

— Para a semana, vai ser melhor.

Será? Espero que sim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *