Categorias
Transporte Humano

Brisbane: a inundação do século

Por Jarrett Walker [a]

Prevê-se que o rio Brisbane suba amanhã [b] a um nível que já não acontecia há mais dum século. O estado de Queensland tem sido palco de graves inundações durante semanas, mas só esta semana o desastre chegou à capital.

Esta imagem desta tarde, da cadeia ABC [2], olha para Leste, em direcção ao centro de Brisbane, com o bairro de Milton, parcialmente inundado, em primeiro plano e Moreton Bay ao longe.

A sede da nossa empresa [3] situa-se no edifício sob a seta laranja. Estamos na Park Road, que segue uma pequena crista, cercada por terras mais baixas. De modo que temos tido sorte, pelo menos até agora. Obviamente, não há electricidade e os nossos escritórios estão fechados, enquanto o pessoal se concentra em proteger as suas casas e os seus entes queridos.

Eu estou a seguir os acontecimentos de longe, em Camberra, através da cobertura da ABC [4]. Estou a pensar nos meus colegas e nos clientes, é claro, mas também em todos os tesouros urbanos de Brisbane que se encontram junto ao rio, incluindo os principais museus de arte [5], a Biblioteca Estadual, os bairros históricos, o antigo jardim botânico, e muitos dos bairros do centro mais vibrantes e interessantes da cidade.

No que ao transporte público diz respeito, os cais utilizados pela popular rede de barcos fluviais [6] foram «despedaçados» [7], segundo o presidente da câmara. Um segmento passeio flutuante, muito utilizado, que suportava a via partilhada para peões e velocípedes ribeirinha que contornava as falésias de New Farm, desapareceu. Ainda não há informações sobre as infra-estruturas de transporte colectivo subterrâneo [8] da cidade.

Brisbane é muitas vezes comparada a Portland, porque, em ambas as cidades, o renascimento urbano começou através duma nova relação com o rio. Por consequência, grande parte da revitalização e inovação urbana das últimas décadas ocorreu nos bairros ribeirinhos, que estão agora em perigo.

As perdas em Brisbane serão provavelmente baixas, porque, ao contrário de Toowoomba e de Lockyer Valley, que foram atingidos ontem por inundações repentinas e devastadoras, Brisbane teve alguma antecedência no aviso de cheia.

Ainda assim, para quem admirava o romance de Brisbane com o seu rio, isto é de partir o coração.


Notas:

a: Este artigo foi traduzido do original [1] pelo editor chefe (n. do T.).

b: Este artigo foi originalmente publicado em 12.I.2011 (n. do T.).

4 comentários a “Brisbane: a inundação do século”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *