Categorias
Editorial

Ensinando, aprendemos

Por Gustavo Martins-Coelho

Existe um tempo certo para as coisas surgirem, amadurecerem e acontecerem.

Há alguns anos atrás (não sei precisar quantos ao certo, mas, se tivesse de arriscar, diria cerca de cinco), o Hugo propôs-me escrevermos um blogue europeísta em conjunto, o que eu recusei, por dois motivos principais: em primeiro lugar, não me sentia com capacidade e conhecimento de causa suficiente para escrever sobre a União Europeia algo que valesse a pena ser difundido publicamente para além do espaço duma conversa de café entre amigos; e, em segundo lugar, porque a UE me parecia uma realidade suficientemente sólida, presente e aceite nas nossas vidas para dispensar a produção de textos em seu louvor e em sua defesa.

A primeira destas razões mantém-se, mas a segunda deixou de existir: os Ingleses ponderam se ficam ou saem; os Gregos talvez saiam do Euro [1]; os Húngaros querem mais espaço para a sua identidade nacional [2]; os Franceses (e não só [3]) acham que a livre circulação de pessoas não se aplica à Roménia [4]; os Dinamarqueses fecharam as fronteiras [5]; os Holandeses falam em referendar a sua presença [6]; os Alemães querem reocupar a Grécia [7]… E eu não me esqueci daquela conversa com o Hugo.

De modo que convidei-o para jantar, com o pretexto de lhe devolver uns adereços de Carnaval que me emprestara, e, à traição, disse-lhe que aceitava a proposta, velha de anos, de escrever sobre a União Europeia, mas em termos ligeiramente diferentes: em vez de escrevermos um blogue europeísta, como me havia proposto, o Hugo passaria antes a ser o terceiro colunista da «Rua da Constituição». O Hugo acolheu a ideia com entusiasmo e, portanto, inicia hoje a sua colaboração semanal com um espaço próprio, a que decidiu chamar «Docendo discimus» [8], relembrando Séneca.

Estou certo de que o Hugo terá muito para ensinar, aprender ensinando, aprender a ensinar e ensinar a aprender.

4 comentários a “Ensinando, aprendemos”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *