Categorias
Noutras Ruas

O SNS é sustentável

Por José Manuel Silva (Correio da Manhã, 26.IV.2012) [1]

É estranho ouvir dizer que a sustentabilidade do Serviço Nacional de Saúde não está garantida, quando a dívida do SNS representa apenas 0,5% da dívida total de Portugal, o que tem sido escamoteado pelo Governo, e tendo em conta os excepcionais resultados evidenciados no relatório da OCDE de 2011.

Portugal é o primeiro país na redução da mortalidade infantil, o quinto com melhor evolução na esperança de vida, é o melhor na redução da mortalidade por AVC entre 1980 e 2009, é o quarto melhor na mortalidade por enfarte, é o segundo país com evolução mais positiva, entre 1970 e 2009, nos anos de vida potencial perdidos e está acima da média na sobrevivência dos doentes com cancro.

Tudo isto com uma despesa per capita em saúde muito abaixo da média da OCDE, sinal da rigorosa gestão do SNS.

Considerando a relação custo/benefício, nenhum país consegue uma performance em Saúde melhor do que Portugal.

Se o que de melhor temos em Portugal não é sustentável, então é o País e o seu actual modelo de governação que não são sustentáveis!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *