Categorias
Consultório da Ria

Os minerais

Por Carlos Lima

Os minerais são substâncias inorgânicas. Representam aproximadamente 4% do peso corporal e estão mais concentrados nos ossos [1]. Não podem ser sintetizados pelo organismo e, por isso, têm de ser fornecidos pela alimentação. Nos alimentos, os minerais encontram-se, em grande parte, combinados sob a forma de compostos, mas só podem ser absorvidos pelo intestino [2] depois de devidamente digeridos e convertidos à sua forma simples.

Os minerais contribuem decisivamente para a regulação e a manutenção da actividade celular, facilitam o transporte de diversas substâncias, mantêm a actividade muscular e nervosa e estão também envolvidos, de modo indirecto, no processo de crescimento.

Podem dividir-se em dois grupos: os macrominerais, quando as necessidades orgânicas ultrapassam os cem miligramas por dia; e os microminerais, se as necessidades orgânicas são residuais ou inferiores a cem miligramas diários.

Actualmente, conhecem-se centenas de minerais presentes no organismo, mas só em 21 são reconhecidas funções claras.

O cálcio participa na constituição dos ossos [1] e dos dentes [3]. Intervém em diversas funções orgânicas, tais como a contracção muscular [4], a condução dos estímulos no sistema nervoso e a coagulação sanguínea [5].

O fósforo participa na constituição dos ossos [1] e dos dentes [3] e integra a composição de todas as células do organismo e de produtos do metabolismo.

O enxofre actua como antioxidante e participa na constituição dos ácidos aminados [6].

O sódio interfere na regulação do equilíbrio dos líquidos corporais, dentro e fora da célula, com destaque para a função renal [7] e a contracção muscular [4].

O potássio intervém na regulação dos líquidos corporais, na síntese proteica e na resposta neuromuscular.

O cloro desempenha funções na regulação dos líquidos corporais, na transmissão dos impulsos nervosos e na resposta imunitária. É um dos componentes do ácido clorídrico, que constitui o suco gástrico.

O magnésio participa em quase todos os processos orgânicos. Intervém no relaxamento muscular [4], funcionando como antagonista do cálcio.

O ferro intervém no transporte de oxigénio e de dióxido de carbono pelo sangue, enquanto constituinte da hemoglobina [8]; entra na constituição de enzimas [6]; e é fundamental para o desenvolvimento físico e intelectual, bem como para a capacidade de defesa do organismo, perante o risco de infecções.

O iodo colabora na regulação do metabolismo, no crescimento e na diferenciação de diversos tecidos — nomeadamente nervoso, ósseo [1] e muscular [4].

O cobre auxilia no metabolismo do ferro e nos mecanismos imunitários. É constituinte de diversas enzimas que participam na síntese de transmissores nervosos.

O zinco é essencial para a acção de numerosas enzimas. Participa no metabolismo proteico, nomeadamente na síntese de ADN, de colagénio e de insulina.

O flúor é constituinte dos ossos [1] e dos dentes [3]. Aumenta a resistência dentária e evita a desmineralização óssea.

O cobalto participa no normal funcionamento de todas as células, especialmente as da medula óssea [9] e dos sistemas nervoso e digestivo.

O crómio potencia a acção da insulina.

O selénio auxilia na manutenção da estrutura e das funções das membranas celulares. Em conjunto com a vitamina E, tem propriedades antioxidantes.

As doenças associadas aos minerais dependem muito do mineral em falta. A título de exemplo: a anemia pode estar relacionada com a falta de ferro; a osteoporose pode associar-se ao défice de cálcio e flúor; as cãibras podem estar relacionadas com a falta de magnésio; o excesso de sódio e cloro podem estar relacionados com a hipertensão arterial.

Uma alimentação variada e equilibrada, com nutrientes de origem animal e vegetal, é suficiente para fornecer as quantidades adequadas de minerais; contudo, importa reforçar o papel da água como fornecedor e transportador de minerais essenciais à vida.

 Saúde!

7 comentários a “Os minerais”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *